9 de fevereiro de 2012

PEQUENOS ANÚNCIOS V


Acabei de receber mais alguns pedidos de publicação de anúncios. Como este blog está passando por sérios problemas financeiros, não custa nada postá-los aqui. Vai que algum leitor se interesse.
Aí vão eles:

POLÍTICO: Político desacreditado pelos eleitores, em função de certas coisas que andou fazendo em sua vida pública, tanto que a transformou em privada, troca seu curral eleitoral, por fazenda de gado em Mato Grosso do Sul, na beira do Pantanal, de não querer mais saber de bicho gente, sobretudo se portar título do TRE.
TÊNICO DE FUTEBOL (sotaque de paulista, por favor): Estava no Japão, mas já voltei. Lá classifiquei o Tomaru Konta para a sexta divisão do campeonato. Aqui estou aceitando cargo de gerente de ponto de bicho, garçom de botequim ou entregador de água mineral. Naquele frio é que eu não fico mais. E os terremotos e tsunamis?

BOMBEIRO HIDRÁULICO: Antigo funcionário da água Hidrovita de saudosa memória em Niterói, troquei de ramo: Agora tiro água do joelho, estanco gota, removo hidropsia, acalmo hidrofobia, reforço juntas de hidroavião, tiro choque de hidrelétrica, regulo direção hidramática, e também faço hidromassagem em madama carente, com todo jeitinho.
PONTA ESQUERDA: Com a extinção de minha função no futebol moderno e devido a grande necessidade (não tenho dindim nem para fazer aqueles cortes de cabelo da moda), estou aceitando cargo de gandula, auxiliar de colocador de rede, maqueiro ou tapador de buraco no campo de jogo, na hora do intervalo das partidas. Não consigo é abandonar as quatro linhas.

MANICURA FREUDIANA: Roo unhas a domicílio de clientes com este mau hábito, a fim de economizar seus dentes. Não sou careira, só exijo que lavem bem as mãos antes do serviço e não toquem nas partes, pelo menos, nas doze horas antecedentes, senão sou capaz de gamar (sou bi). Também atendo emergências, como em partida final do campeonato do seu time de coração. Preço a combinar.
MULHER DE VIDA FÁCIL: Recentemente repatriada para nossa Pátria amada, idolatrada, salve, salve, pelas autoridades xenófobas e intolerantes de certo país europeu em grave crise que nem quero aqui nomear, volto fazendo a facilidade da vida de homens de alto nível e educação esmerada. Falo várias línguas (se é que me entendem!). Aceito pagamento apenas em moeda forte. Dracma, lira, escudo e peseta, é melhor colocar naquele lugar!

GUIA DE ECOTURISMO: Participe do grupo de ecoturistas que estou organizando, com excursão prevista para São Paulo (não a capital, que aquilo lá é terra inóspita, cheia de bons restaurantes e diversão!), para a Serra de Quebra-Cangalha. Inclusas no preço: cangalha, ferradura e ração apropriada.

Serra de Quebra Cangalha, SP (em matraqueando.com.br).
EX-MINISTRO: Recentemente apeado do governo, por intriga da imprensa futriqueira e irresponsável deste país, aceito cargo, apenas em grandes empresas, de presidente, CEO, superintendente, diretor financeiro, lobista, tudo nesse nível. Pode ser multinacional também, que não faço discriminação. Algumas empresas aí até estão me devendo este favor.

AUXILIAR DE DICIONARISTA: Candidato-me ao emprego de auxiliar de dicionarista, no intuito de fazer constar dos dicionários que leio por aí algumas palavras que todo mundo fala e ninguém acha lá. Já estou perdendo a paciência com isso. Sei pra mais de cem, fora os palavrões. Não levo gíria de funk, de galera, de tráfico, nem desses meninos do surf, cheios de modismos passageiros. Só palavra que já ouvi até do meu avô. Saco!
ASPONE: Se Vossa Excelência, Vossa Senhoria ou Vossa Magnificência estiverem precisando de um puxa-saco de escol, este sou eu. Estou-me candidatando ao cargo de aspone e, de antemão, já concordo em liberar parte dos meus estipêndios para meu honrado contratante. Tenho paletó de grife para deixar pendurado no espaldar da cadeira. Um pouco puído na gola, mas limpinho. Sou jeitoso e uso brilhantina importada no cabelo. Minha pessoa é sempre bem recebida em recepções e comes-e-bebes. Não atrapalho quem trabalha.

Um comentário:

  1. O que não falta é gente buscando o emprego dos seus sonhos (ou pesadelos).

    ResponderExcluir