17 de novembro de 2013

FIQUE ATENTO

Fique atento ao mar
Aos seus sinais
À mudança da cor das águas
Às nuvens negras que se vão formando no horizonte. 
Fique atento ao vento
Que sopra daquele sinistro lado
E vem trazendo notícias de pesadelos.
Fique atento ao temporal
Que brota de repente nos contrafortes dos montes
E traz consigo dor e pranto.
Fique atento ao tempo
Que escorre sem barreiras no calendário
E passa sobre nós como um torpedo
Como um vagalhão
Como um trem de carga desgovernado
E aí
Não haverá mais jeito.

The Black Flight - Asger Jorn
Asger Jorn, The black flight, 1955 (em wikipaintings.org).
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário